30 semanas de gravidez

E assim, de repente, eu já estou na trigésima semana de gestação. Isso significa que mais ou menos daqui a dois meses e meio eu vou conhecer o meu bebêzinho.

Tem tanta coisa passando pela minha cabeça nesse momento e como eu não posto aqui faz muito tempo, fica difícil de atualizar tudo… Então vou fazer uma lista de tópicos aleatórios… hahaha 

  • Desde a semana passada, o bebê começou a chutar bem mais forte e mais frequente. Ás vezes eu sinto que meu corpo inteiro mexe quando ele chuta… E apesar desse romantismo de sentir o bebê chutar, nem sempre é legal, as vezes é meio estranho… hahaha
  • Dizem que grávida tem q tomar cuidado, pq o balanço do corpo muda com o crescimento da barriga. Gente, isso é muito verdade, eu caí duas vezes do nada, andando em terreno plano e fiz um machucado tão grande no joelho como eu nunca tive antes.
  • Os preparativos pro chá de bebê começaram… aqui vc ganha presente de enxoval, ou seja, eu tenho que fazer a lista de presentes e escolher tudo… tem tanta coisa que eu não fazia ideia que existia…São mil coisas pra pensar: qual carrinho é mais prático e seguro? Será que o bebê realmente precisa disso? E se eu estiver colocando roupa demais? Pra que serve isso aqui? Se vc quiser dar uma olhada nas coisas que eu escolhi ou comprar um presentinho pro nosso menino, clique aqui (coloque Erika Applegate para acessar a lista) ou aqui!  Se tiver algo que eu não coloquei na lista e que você acha que é indispensável, me fala pra eu procurar, não quero esquecer de nada hahahaha
  • Minhas roupas oficialmente não servem mais… e as que servem fazem eu parecer enorme, ou seja, só dá pra usar roupa de grávida agora…
  • Eu não engordei muito, mas minha barriga está bem aparente agora, só que de alguns ângulos eu pareço uma baleia. E as vezes me sinto como uma baleia encalhada, pois é meio difícil de me movimentar… ahahaha
  • O enjoo passou já faz um tempo! Graças a Deus! Eu nem consigo acreditar que eu estava me sentindo tão mal… qualquer cheiro me deixava enjoada, qualquer comida, qualquer tudo… agora estou comendo muita proteína pra deixar meu bebê maromba fortinho hahaha. Na verdade, já não aguento mais comer proteína!!!
  • Já escolhemos o nome do bebê. Só que a gente não quer sair contando, pq vai que a gente muda de ideia quando ver a carinha dele? Se estiver muito curioso, me manda uma mensagem que eu conto 🙂
  • O Jesse vai ser muito engraçado como pai. Ele não gosta de nada com cara de bebê, ontem a gente foi na loja pra escolher o enxoval e ele falava pro bebê “Não se preocupe, não vou deixar a mamãe comprar nada de bebê pra vc, pq vc vai ser cool” hahaha
  • O tema do nosso bebê vai ser flecha e panda… mas estamos muito tentados a adicionar o tema montanhas, pq afinal de contas, ele vai ser do Colorado e das montanhas e tem MUITA coisa fofa de montanhas aqui… hahahaha
  • Semana passada nós fomos viajar e no avião, só conseguia pensar: Será que o bebê vai ser bonzinho na hora de viajar? Estava sonhando e orando pra que ele seja calminho pra gente conseguir ir pro Brasil no ano q vem. O que vc acha? Será que ele vai ser calminho ou agitado? Mal posso esperar pra descobrir.
  • Sou muito grata a Deus pois apesar de estar longe da minha mãe e da minha família, Deus colocou duas amigas muito especiais que estão me ajudando muito em todo esse processo: minha cunhada Sharayah e minha amiga Tess. Elas estão me dando várias dicas e respondendo todas as minhas perguntas aleatórias hahaha.
  • Parto: como eu sou muito cool, eu vou ter um parto humanizado. hahaha. Desde que chegamos aqui nos EUA, eu e o Jesse estamos tentando viver uma vida bem mais natural, começando pela nossa alimentação… a gente ainda tá bem longe do ideal, mas estamos no processo… enfim, como  a minha gravidez é de baixo risco, optamos pelo parto normal e encontramos esse lugar super legal (na verdade foi a Sharayah que achou pra mim hahaha), onde o bebê nasce com a ajuda de parteiras e eles tem todas as paradas pra ajudar a mãe, tipo bola, banheira, óleos essenciais, etc, etc. Por um lado dá uma insegurança de saber que eu vou ter que fazer o bebê sair, mas ao mesmo tempo, sei que Deus criou o corpo da mulher pra isso. Também estou firme e forte nas minhas aulas de Pilates e uma das parteiras já disse que meus músculos na barriga são bem fortes e isso ajuda muito na hora do parto e também na recuperação. Ainda não sei se vou contratar uma doula, mas eu e o Jesse vamos fazer todas as aulas de parto… Acho que vai ser bem parecido com aquelas coisas que a gente vê nos filmes hahaha. Ah, clica aqui pra ver a maternidade que a gente escolheu!
  • Meus pais vem pra cá na época que o bebê nascer. Estou torcendo pra ele chegar uns 3 dias depois que meus pais chegarem (ou seja, um pouquinho antes do esperado), pra eles poderem aproveitar bastante o netinho e também me mimarem bastante hahaahha.
  • Ainda não tive nenhum desejo de grávida. Poisé, e eu achando que ia me aproveitar da situação.
  • Sinto saudades de ser magra. haha sério. Não dá pra deitar de barriga pra baixo, entrar em alguns banheiros é meio difícil pq a barriga tá lá na frente… hahaha

Acho que é isso por hoje…

Advertisements

É menino => Bebê Flechinha

Eu não poderia estar mais feliz em anunciar que é um MENINO!

A verdade é que antes mesmo de engravidar eu achava que teria um menino primeiro… depois de engravidar, esse sentimento foi ficando mais e mais forte, eu ia nas lojas e só queria ver as coisinhas de menino, festinha de menino, tudo de menino etc. Por algum motivo, eu sabia que não ia ser “Nalu”. Dizem que intuição de mãe não falha né e pelo menos dessa vez, a minha não falhou!

SIM, vai ter festa de lenhador!

SIM, vai ter decoração de dinossauro!

SIM, vai ter roupinha de surf dude!

UHU!!

Acho que muitos de vocês assistiram o vídeo que a gente passou *ao vivo* no Facebook no sábado. Se você não conseguiu ver, vai lá que tá muito legal.

Tem gente que achava que a eu e o Jesse sabíamos o sexo do bebê antes de fazer a revelação no face, mas a gente não sabia. (Apesar de que eu tinha 90% de certeza que era menino hahaha)

Nós fomos fazer o ultra-som e pedimos pra médica não nos contar o que era. Ela escreveu e lacrou em um envelope e eu entreguei pras minhas cunhadas, que ficaram encarregadas de fazer alguma coisa que o Jesse tivesse que atirar uma flecha pra gente descobrir.

A flecha é o “símbolo” que eu escolhi para esse bebê, pois o meu sonho e desejo é que ele seja como uma flecha nas mãos do Senhor, que ele possa ir muito além do que eu e o Jesse fomos e que possa alcançar muito mais pessoas!

Isaías 49:1-2 – Escutem-me, vocês, ilhas; ouçam, vocês, nações distantes: Antes de eu nascer o Senhor me chamou; desde o meu nascimento ele fez menção de meu nome. Ele fez de minha boca uma espada afiada, na sombra de sua mão ele me escondeu; ele me tornou uma flecha polida e escondeu-me na sua aljava.

Salmos 127:3-4 – Os filhos são herança do Senhor, uma recompensa que ele dá. Como flechas nas mãos do guerreiro são os filhos nascidos na juventude.

Fatos Curiosos:

  • O nosso “Baby Boy Applegate” vai ser o primeiro neto dos meus pais, primeiro bisneto da minha avó por parte de mãe e o primeiro neto homem da família Applegate. Minha família está feliz e tudo, mas gente, esses Applegates são doidos por bebê, já estão esperando o meu faz 5 anos… hahaha e pra ajudar, eu já tenho 3 sobrinhas (e uma a caminho), então a pressão pra alguém fazer um menino pra carregar o nome da família tava grande hahahahah.
  • Eu já tinha quase certeza que era menino, mas eu achei engraçado que depois de descobrir o que era, eu fiquei um pouco triste de saber que não vai ter laços e fitas e flores de menina… hahahah mas já passou, agora eu só quero tudo azul e dinossauros e tubarões… hahaha
  • No vídeo a gente também anunciou a nossa escolha pra padrinho e madrinha do bebê: Seiti e tia Yukari!! Esse bebê vai ser bem discipulado, hein??

Agora estou nas nuvens sonhando com o meu menininho! Incrível como tudo muda quando você sabe se é ele ou ela! Estou mais apaixonada ainda por esse bebêzinho magrelo!

Obrigada a todos que acompanharam o live, que mandaram felicitações ou que ficaram felizes por nós!

 

FAQ: a Erika está grávida!!

Estar grávida é um momento único na vida de uma mulher, mas quando você mora no exterior, fica meio difícil compartilhar essa alegria com as pessoas que você mais ama. Por causa disso, vou tentar escrever um pouquinho de como tem sido essa gravidez, começando é lógico, pelas perguntas mais frequentes!

“Estou grávida”

Brasil: “Foi planejado?”

Estados Unidos: “Finalmente, estou esperando isso desde que vocês casaram!”

Brasil: “Você já sabe se é menino ou menina?”

Estados Unidos: “Você vai descobrir o sexo do bebê?”

Enfim, as diferenças culturais já começaram… hahaha

“Mas foi planejado?”

Sim sem certeza! Eu tinha parado de tomar a pílula (por outros motivos de saúde) e também, sério, eu e o Jesse somos o único casal sem filhos dos Estados Unidos. hahaha. Então resolvemos tentar, aí eu lembrei que ia pra Florida em março e que grávidas não podem ir nas montanhas-russas, então decidimos parar de tentar. Mas aconteceu, e eu fui pra Flórida e pras montanhas-russas grávida. ahaha Mas enfim, acho que se você esperar pro dia em que estiver 100% preparado, nunca vai acontecer.

“Como vc descobriu?”

Bom, eu já estava atrasada e daí comecei a passar mal… foi só fazer xixi no teste e confirmar o que a gente já desconfiava… hahaha

“É menino ou menina? Você vai descobrir o sexo do bebê antes de nascer?”

Com certeza! Lá no fundo eu acho que já sei, mas antes de começar a comprar coisinhas fofas, vou esperar pra ver o ultra-som né. hahaha. Acho que em Julho já vai dar pra ver.

“Como vc está se sentindo?”

Infelizmente, bem mal 😦 muito enjoo e muito cansaço, além disso meu cérebro tá meio falhado, esquecendo de coisas que eu normalmente não esqueço. MAS, estou no fim do primeiro trimestre e o enjoo está diminuindo. Que venha o segundo trimestre!

“Vai ser americano ou brasileiro?”

Seria legal ter o bebê no Brasil perto da minha família, mas pensando logisticamente, não tem razão pra eu ir pro Brasil ter o bebê e depois ter que lidar com muita papelada e documentação pra trazer o bebê de volta… fora que eu não tenho plano de saúde no Brasil, etc.

“Já teve algum desejo?”

Só desejo de não comer nada. Poxa, eu achando que ia me aproveitar do Jesse, mas infelizmente, só tive aversão… de ovo, de frango, de salmão, de carne, de feijão (que eu me esforço a comer né), de qualquer laticínio, de banana (esse vai e volta haha), óleos essenciais, água (agora já estou conseguindo tomar um pouco). E agora, eu também não aguento mais bolacha água e sal e nem biscoito de gengibre, pois por um tempo eu só comia isso pq era a única coisa que aliviava o enjoo. Mas o engraçado é que apesar disso, eu comia/como o tempo todo, pq é a única coisa que alivia o enjoo (fora dormir).

Enfim, acho até que engordei um pouco, pq eu tive várias fases que eu só conseguia comer uma coisa (tipo batata ruffles / biscoito de gengibre), mas agora estou comendo muuuita fruta e pipoca (infelizmente tá difícil de comer vegetais como lanche).

“Como foi contar no seu trabalho?”

Eu tava com um pouco de receio de contar e enrolei um monte, mas na verdade foi super legal! Meus 3 chefes ficaram super empolgados e felizes por mim e o pessoal do escritório também. Aí entenderam pq eu não paro de comer…

“Já está aparecendo a barriga?”

Nããão! Eu engordei um pouquito (na barriga), mas sério, ninguém olha pra mim e diz “Nossa, ela tá grávida.” hahhhaha acho que vai demorar um pouco pra aparecer, mas eu já comprei roupa de grávida pq usar roupa justa não dá mais hahaha

Então é isso… no próximo post eu vou falar um pouco de expectativa x realidade. Gente, que choque de realidade que eu tomei… hahahah

O Jesus que eu conheço

Esse post apareceu originalmente no meu antigo blog, mas resolvi reeditá-lo porque gente, sinceramente é bom demais! hahahaha

Se voce vê Jesus somente como o cara cabeludo com a coroa de espinhos, tá na hora de reler os evangelhos!!
Estava lendo o livro “A Revolução Irresistível” de Shane Claiborne e uma parte do livro me chamou muita atenção, porque eu simplesmente não consigo parar de sorrir quando eu a leio.
“Na verdade, Jesus e os discípulos provavelmente se meteriam em um monte de problemas na maioria das igrejas chiques. Eles provavelmente iriam transformar as fontes de água em fontes de vinho, convidariam as crianças para nadar nos batistérios, fariam buracos no teto quando os aleijados não conseguissem passar pela porta, virariam as caixas-registradoras das livrarias – a essa altura, um administrador daria uma bronca em Jesus e perguntaria: “Jesus!?!? O quê, você nasceu em um estábulo?” E Jesus concordaria.”
HAHAHA, sério, eu achei brilhante! Mas enfim, na bíblia está escrito que “Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias” (I CO 1:27). Não é o máximo?
Jesus era um cara super revolucionário, ele era até criticado pelos “religiosos”. Mas peraí, seria esse aquele Jesus, o certinho que morreu na cruz pra salvar o mundo inteiro? Siiim! Jesus estava sempre com os cobradores de impostos, as prostitutas, os leprosos… Por sua vez, os religiosos da época, os fariseus, só ficavam julgando ele…
Um dia, Jesus foi a uma festa de casamento, mas o vinho tinha acabado. Sabe o que ele fez? Pegou um pouco de água e transformou em vinho, simples assim! E além de tudo, o vinho que ele ‘criou’ foi o de melhor qualidade e surpreendeu a todos.
Quando Jesus foi traído e preso, um dos seus discípulos cortou a orelha de um dos soldados, aí Jesus tocou na orelha dele e o curou. hahaha eu não seria capaz de fazer isso é nunca! Mas eu ainda estou aprendendo… 😛
Eu não consigo imaginar como tenha gente que ache que Jesus é careta! Acho que se tem alguém careta em toda essa história (na bíblia, na atualidade…) são os religiosos, aqueles que se preocupam com o exterior e não vêem que pra Jesus, o que importa realmente é o seu coração.
Lamento que a igreja, com suas atitudes orgulhosas e se achando dona da verdade, tenha ‘estragado’ a imagem verdadeira de Jesus.
Eu não posso nem tentar descrever tudo o que Jesus é, pois de qualquer maneira eu estaria limitando o poder e a grandeza dele. Através desse texto, só quis mostrar um pouquinho de como ele era o cara que fazia tudo ao contrário! Aquele que dizia, “quer mandar? então primeiro saiba servir”. Aquele que sabia amar, não importa quem fosse. Aquele cara super incrível por quem eu sou desesperadamente apaixonada!
PS. Quando eu era pequena, eu achava que os “fariseus e mestres da Lei” eram os caras mau da bíblia. Hoje eu sei que eles eram assim, como eu e você e talvez até mesmo com aquela pessoa super espiritual que você admira na igreja. Já Jesus, não vivia nem um pouco de aparências, era super julgado, mas era usado por Deus para operar milagres e tudo mais. É a ele que eu quero imitar!
PS 2: Acho que se a igreja estivesse focada na pessoa de Jesus, e não em prosperidade, cura, bem-estar e outros desejos egoístas, o mundo estaria de um jeito totalmente diferente, e a igreja, seria igreja mesmo, e não clube de benção.

Sobre Guiné Bissau

Mexendo no meu computador, achei um relatório que fiz sobre a viagem a Guiné Bissau e resolvi postar aqui 🙂 Espero que gostem!

Bom, essa viagem missionária foi diferente de tudo o que eu já tinha feito. Apesar de terem sido apenas 8 dias, creio fortemente que nós chacoalhamos as bases de Guiné-Bissau. Já se passaram 3 dias desde o nosso retorno e acho que agora eu posso ver as coisas mais claramente!

Pra mim, a viagem foi muito difícil enquanto nós estávamos lá: doença, calor, noites muito mal-dormidas, desconfortos da vida lá na África. Foi muito difícil me concentrar naquilo que o Senhor estava fazendo, mas eu pude ver que independente da maneira em que eu estava me sentindo, o propósito do Senhor foi cumprido.

Eu adorei essa estratégia de se encontrar com as autoridades do país, pois isso faz com que a gente não só alcance as pessoas que estão agora na nação, mas também as gerações futuras. Pode parecer pouco agora, mas no futuro, esses encontros renderão muito mais frutos.

Os tempos de adoração e intercessão também foram muito fortes para mim, pois Deus ministrava a cada um de nós de uma maneira diferente, mas em união. Foi um tempo de aprendizado e que deve ser levado em todas as viagens missionárias, pois muitas vezes em uma missão, nós ficamos tão preocupados em fazer, fazer, fazer, números, números, números e acabamos deixando de lado a parte de clamar ao cara que FAZ e que move as coisas dentro de uma nação.

Estar no meio de um dos grandes problemas da África (órfãos), foi um grande privilégio, principalmente de ver a maneira como aqueles meninos estão sendo educados. Eu tenho a convicção de que essas sementes brotarão e multiplicarão. Esses meninos tem um pai que é Deus e com ele, eles irão longe, muito mais longe do que as pessoas normalmente esperam de um órfão.

Algo que Deus falou muito forte comigo nesse tempo foi sobre o AMOR das pessoas por Guiné-Bissau. Em meio a tanto sofrimento e falta, há pessoas que escolhem estar lá por amor a Jesus e a essa nação. Parece até inexplicável, mas o amor é inexplicável mesmo. Quero amar as nações assim, de uma maneira que não se possa explicar, só amar.

Foi para mim um privilégio servir a Jesus com esse grupo incrível de pessoas, onde pude aprender (e muito) e ver o Senhor usando a cada um.

A palavra que o pastor deu no domingo no orfanato também foi muito top. Eu estava lendo um artigo sobre como Deus sempre dá aos povos aquilo que eles precisam, tipo, que já está no meio deles. Os pães e peixes já estão na mão do povo de Guiné, agora eles precisam deixar que Jesus os multiplique. 

Meninos da Casa Emanuel indo se despedir de nós no último dia...

Viver pra quem te deu vida: estilo samurai

Oi gente, tudo bem?

Como eu já falei por aqui, (eu acho haha), eu e o Jesse pretendemos um dia voltar para o Japão. Enquanto esse dia não chega, nós seguimos a vida nos preparando… um dia a gente estuda um pouco de japonês… em outros dias a gente tenta assistir um desenho ou algo pra aprender um pouco mais sobre a cultura (e nos familiarizar com a língua…).

post-307852-1447842092_thumb

Enfim, um dia desses o Jesse achou uma série super legal que se passa no período dos samurais no Japão, “Nobunaga Concerto”. Na história, um menino de 2014 acaba voltando no tempo e, sem saber direito o que está acontecendo, acaba aceitando a “tarefa” de se passar pelo famoso Oda Nobunaga. Oda Nobunaga é o “herdeiro” do clã Oda e acaba se tornando o daimyo (líder do clã) quando o seu pai morre. No entanto, infelizmente o menino (hahah não lembro o nome real dele!) não sabe como se comportar de acordo com a época e com isso, acaba tomando decisões que parecem ser tão boas em 2014, mas que são estúpidas nos tempos dos samurais.

Como líder do clã, ele tem vários samurais que o servem, o protegem e o aconselham na guerra. Mas por causa das suas escolhas “moderninhas”, muitos desses samurais acabam achando que ele não é um bom líder e acabam traindo ele. Felizmente, eles acabam percebendo que o cara é bom e que eles erraram ao traí-lo. Para o contexto da época, a única maneira de demonstrar arrependimento por uma traição seria cometer o Suppuku, no qual o traidor pede perdão ao enfiar uma espada no peito e se matar. Esse ato era admirado e aplaudido pelas pessoas que estavam observando, pois era sinônimo de honra e coragem. Poisé. Eles traiam e depois para demonstrar arrependimento, se matavam.

Na história, um dos samurais traiu o Nobunaga e por causa disso, ia cometer o suicídio para se retratar. No entanto, antes que ele pudesse pegar a espada, o líder fez ele parar tudo e o proibiu de se matar, ele receberia o perdão sem precisar cometer o Seppuku. Como samurai, ele teve que obedecer as ordens do seu líder e em forma de gratidão, passou a dedicar a sua vida completamente para proteger e servir o Nobunaga. Não somente isso, mas ele realmente se arrependeu de sua traição e passou a confiar plenamente no seu líder.

Essa parte da história me tocou demais! Fiquei refletindo em como nós somos o samurai traidor, todo santo dia! Nós traímos a Jesus todos os dias e tudo o que realmente merecemos por essa traição é a morte. No entanto o nosso master se sacrificou e disse, você não precisa morrer para se redimir, eu te perdoo, agora viva para mim.

Acho que temos que realmente ter em mente que o nosso pecado nos leva a morte e nos separa de Deus. Se o samurai da história não soubesse do que ele foi livrado, ele não seria tão agradecido por ter recebido o dom da vida. A partir do momento que ele foi perdoado, ele não vive mais para si mesmo, ele sabe que a sua vida não pertence mais a ele mesmo.

” Logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim; e esse viver que, agora, tenho na carne, vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e a si mesmo se entregou por mim.” Gálatas 2: 20

Coisas que são muito melhores no Brasil do que nos EUA

Bom, pra começar esse post, gostaria de dizer que semana passada nevou aqui. Foi terrível. Como se não bastasse  a neve, o gelo e o frio, ainda acabou a gasolina do meu carro. Poisé.

E essa história toda me levou a pensar nas coisas que são muito melhores no Brasil do que nos Estados Unidos.

197053_199665513387630_2605082_n

Nessa foto eu tava feliz pq era a primeira vez… hahaha

1- No Brasil, existe uma profissão chamada frentista!! Você chega no posto, desliga o carro, o frentista pergunta o que você quer e daí vc paga e vai embora! Aqui não. Aqui você tem q descer do carro, encostar naquele negócio nojento cheirando a gasolina e abastecer o seu próprio veículo. Pode estar chovendo, nevando, trovejando; se acabou a sua gasolina, vc mesmo vai ter que encher o tanque. (Poisé, eu bem q tentei deixar o tanque esvaziar pro Jesse encher pra mim no final de semana, mas levei foi uma bronca: “Não pode deixar chegar na reserva!!”)

2- Nessa categoria, o Brasil ganha disparado: A COMIDA! Gente, sério, coxinha, feijoada, pão de queijo, tudo isso é puro amor! Pastel, strogonoff, brigadeiro, batata palha, churrasco,…. hummm… paçoca, tapioca, doce de leite, goiabada, empadão, até a pizza e o cachorro quente são melhores no Brasil… uhmmm, melhor parar por aqui. Mas acho que cheguei onde eu queria. É engraçado que tem tanto restaurante bom por aqui, mas tudo o que eu queria era comer uma comidinha caseira lá no Brasil…

3- Limpeza! Geeeente, melhor eu nem comentar nada. Mas sério! Dia da faxina e dia de limpar os vidros não deve nem existir por aqui. Isso que eles tem lava-louça e já não precisam lavar os pratos hein.

4- No Brasil, as pessoas sempre apresentam as pessoas novas. Aqui, nem sempre. E isso é terrível pra mim que sou tímida e nunca nunca nunca vou me apresentar pra alguém novo. hahhaha

how-to-do-your-own-acrylic-nails-1-585x390

Sério, melhor ficar sem esmalte!

5- ESMALTE! Cara, sério! A coisa é feia por aqui… ou elas usam aquela unha de gel que é SUPER artificial, aparecendo pedaço da unha crescida (não se iludam, as do Pinterest podem ser bonitas, mas na vida real é um troço grosso e quadrado, feio demais!!), ou elas deixam o esmalte descascar até sobrar só aquele toquinho no meio da unha. Quando eu cheguei aqui, eu prometi pra mim mesma jamais chegar nesse estado hahah! Sigo firme e forte!

6- No Brasil, assoar o nariz em público é a coisa mais grosseira e nojenta da vida, mas aqui é aceitável. Pra piorar a situação, tem gente que suga o pulmão pra fora ao assoar o nariz. Gente, é MUITO nojento!

7- Tomar banho todos os dias é uma coisa tão normal no Brasil que ninguém fala sobre isso. Aqui é opcional. (COMO ASSSIMMMM?!?! Já dizia o ratinho do castelo Ra-Tim-Bum “Banho é bomm, banho é bom, banho é muito bom”) Poisé, higiene não é bem o ponto forte aqui. Fora o Jesse, o Jesse é a higiene em pessoa :)))))) Ainda bem!!!

8- Comercial de TV. Quando eu vejo um comercial aqui, eu não consigo acreditar que alguém foi pago pra criar aquilo. Os brasileiros são MUITO melhores em criar comerciais, são inteligentes, engraçados, criativos e emocionantes. Aqui os comerciais são todos toscos. Incrivelmente ruins!

Enfim… aqui eles são mais “sujinhos”, mas em compensação vc pode andar na rua sem medo constante de ser assaltado né. Acho que é interessante fazer essas comparações pra gente perceber que nenhum lugar na terra é perfeito.

E vc? Sabia de tudo isso?